‘Enterrado’ em protesto em juquehy, vereador Reis diz que foi alvo de “macumba” em São Sebastião

“Pode ser ato de macumba, de pessoas que querem meu mal e que não têm Deus no coração”, declarou Reis, após ler um trecho bíblico. “É difícil você ver uma cruz com o seu nome”, acrescentou

“Pode ser ato de macumba, de pessoas que querem meu mal e que não têm Deus no coração”, declarou Reis, após ler um trecho bíblico. “É difícil você ver uma cruz com o seu nome”, acrescentou

O protesto realizado em Juquehy e publicado nesta página, há duas semanas, continua repercutindo na Câmara. Na sessão desta terça-feira, um grupo de pessoas levou cartazes para manifestar apoio ao vereador José Reis.
Ele foi um dos alvos do enterro simbólico que tinha ainda os ‘jazigos’ do prefeito Ernane e do vice Aldo.
Na sessão anterior, Reis havia encarado com bom humor ao protesto, dizendo compreender a insatisfação popular. Mas nesta terça-feira, embalado pela presença de apoiadores, o vereador detonou os autores do protesto.
“Pode ser ato de macumba, de pessoas que querem meu mal e que não têm Deus no coração”, declarou Reis, após ler um trecho bíblico. “É difícil você ver uma cruz com o seu nome”, acrescentou.
Depois, avisou aos críticos que “quanto mais espernear, enforcados vão ficar”, sob aplausos e gritos dos apoiadores.
O vereador se disse surpreso com a presença dos apoiadores, embora tenha admitido que sua “assessoria foi importante nesse processo”.
O discurso de Reis, no entanto, desrespeitou o Regimento Interno com a conivência do presidente Marcos Tenório. Isto porque, o discurso se deu durante a discussão dos requerimentos – período em que o vereador somente pode fazer uso da palavra para abordar assuntos dos requerimentos.
Reis alegou que o grupo de apoiadores precisava ir embora e não poderia esperar pelo momento da tribuna, ao final da sessão.
Outros vereadores também fizeram questão de prestar solidariedade a Reis. “Quem fez isso não passa de um invejoso”, considerou Ernaninho. “Enquanto uns fazem montinhos e põe cruz, você tem 1.640 votos”, defendeu Simei Ferreira.

Fonte: Facebook de Jornalista Helton Romano.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Protected by WP Anti Spam