Ernane cobra Petrobras e redistribuição fiscal durante inauguração do Verdescola em São Sebastião

O prefeito Ernane Primazzi, cobrou mais uma vez a Petrobras para que tenha um posicionamento diferenciado e efetivo em relação as contrapartidas devidas ao município

O prefeito Ernane Primazzi, cobrou mais uma vez a Petrobras para que tenha um posicionamento diferenciado e efetivo em relação as contrapartidas devidas ao município

“Não temos condições financeiras para arcar com o desenvolvimento do país, levando em consideração a distribuição fiscal onde o Município fica com 13%, o Estado com 25% e a União com 67%”, declarou Ernane.

O prefeito de São Sebastião, Ernane Primazzi, (PSC), cobrou mais uma vez a Petrobras, para que tenha um posicionamento diferenciado e efetivo em relação as contrapartidas devidas ao município  pelas suas atividades no terminal Almirante Barroso – TEBAR.

A reivindicação desta vez aconteceu durante a inauguração da nova sede do Instituto Verdescola no último sábado, 26,  na Vila Sahy, costa sul da cidade.

Mesmo com a ausência de Graça Foster e Geraldo Alckmin, que foram representados pelo Gerente Executivo de Responsabilidade Social da estatal, Armando Tripodi, e pelo secretário Adjunto em Exercício do Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, Nelson Baeta Neves, o evento teve grande participação popular e contou com a participação de empresários parceiros do projeto.

Com três mil m², o novo espaço conta com 36 ambientes, que contemplam laboratórios de informática, salas de leitura, educação ambiental, música, arte, dança, vídeo, acompanhamento escolar, biblioteca, brinquedoteca, locais para oficina de geração de renda complementar para as mães, oficinas de capacitação para os jovens e salas para administração.

Além disso, a nova sede conta também com cozinha operacional e experimental, enfermaria, 10 banheiros e quadra poliesportiva.

Em um discurso emocionado Maria Antônia Civita, fundadora do projeto, relembrou toda a trajetória do programa, desde quando ainda estava apenas no papel.  Ela também lembrou,  de seu grande mentor e conselheiro no desenvolvimento da instituição, seu grande parceiro e marido, Roberto Civita.

“Com este novo espaço, realizamos um sonho e continuamos nosso trabalho para receber o máximo de jovens da comunidade e ajudá-los a ter uma perspectiva melhor de futuro”, declarou Maria Antônia Civita.

Para o prefeito Ernane Primazzi, a mola propulsora para a realização deste grande empreendimento foi a confiança de todos os envolvidos na questão. Desde a idealização do projeto, da doação do terreno pela prefeitura, da aprovação do projeto pelos vereadores e principalmente dos empresários que colocaram a mão no bolso, sem nenhuma isenção de impostos, e investiram  efetivamente em um programa social.

Outro grande benefício, de acordo com o prefeito,  com a inauguração da nova sede da Verdescola,  três salas serão destinadas para atender cinco turmas de alunos do Ensino Infantil da EMEI Sonho de Criança, na Barra do Sahy.

Serão duas classes da primeira etapa, que totalizam 43 alunos e três classes da segunda etapa, com o total de 52 estudantes. “Com a mudança, haverá um ganho em relação a mobilidade das crianças. Até então os pais precisavam atravessar a rodovia para encaminhá-las para a escola, o que deixará de ocorrer a partir de agora, já que o Verdescola fica na região da Vila Sahy, onde reside a maioria dos alunos”, destacou o prefeito.

Para ele, as parcerias são fundamentais, e são elas que trazem os resultados positivos. “Temos pedido incansavelmente as empresas públicas, principalmente a Petrobras, que olhem para a cidade, porque a cidade colabora com o desenvolvimento de todo o país”, enfatizou o prefeito.

Segundo ele, apesar dos empregos criados pela estatal, ela também promove muitas dificuldades, como a imigração. “A expectativa desta geração de empregos influenciam diretamente no setor habitacional, educacional, de saúde e de segurança”, complementa.

Ainda de acordo com o prefeito, São Sebastião tem de ser visto de forma diferenciada, porque a população não pode pagar o preço social pelo desenvolvimento do Brasil.

“Não temos condições financeiras para arcar com o desenvolvimento do país, levando em consideração a distribuição fiscal onde o Município fica com 13%, o Estado com 25% e a União com 67%”,  declarou Ernane argumentando que, o aporte financeiro precisa ser revisto.

Cursos Técnicos

Na ocasião foi inaugurada a Unidade Móvel de Refrigeração e Climatização, pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (SDECTI).
A unidade móvel oferecerá os cursos de “Instalador de Equipamento de Refrigeração e Ar Condicionado”, “Ajudante de Manutenção de Refrigeração” e “Mecânico de Refrigeração”. Com turmas nos períodos da manhã, tarde e noite, os cursos terão duração de 100 horas. As aulas serão ministradas por professores do Centro Paula Souza, que estava representada pela diretora superintendente, Laura Laganá.

A carreta possui uma área total de aproximadamente 83m², com sala de aula completa, tela de projeção retrátil, projetor de imagens, materiais didáticos e equipamentos de estudo como simulador de refrigeração, instalação e manutenção  de aparelho de ar condicionado, além de todas as ferramentas necessárias para as aulas práticas dos cursos.
O Programa coordenado SDECTI tem nas unidades móveis uma eficiente ferramenta de formação e capacitação. O objetivo é propiciar um ambiente semelhante ao que é encontrado no dia a dia da profissão.

Durante a execução dos cursos, os participantes receberão material didático, auxílio alimentação no valor de R$ 100 e subsídio transporte de R$ 150. Desempregados, que não contam com seguro desemprego ou benefício previdenciário, também terão direito a uma bolsa mensal de R$ 210.
Inscrições
As inscrições são realizadas pelo site www.viarapida.sp.gov.br. Para participar é preciso ter idade mínima de 16 anos, e residir no município. Os documentos necessários são RG e CPF. O nível de escolaridade exigido é variado.
A seleção é feita pela SDECT, que considera critérios de idade, escolaridade e renda familiar dos inscritos. Quem está desempregado ou é arrimo de família, tem prioridade. Os participantes serão informados por correspondência oficial.

(VM)

Foto: Vera Mariano|PMSS

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Protected by WP Anti Spam