Ernane Primazzi sinaliza possibilidade de gratuidade no transporte municipal para alunos universitários da costa sul de São Sebastião

Cerca de 150 alunos moradores de bairros da costa sul frequentam a faculdade no centro da cidade

Cerca de 150 alunos moradores de bairros da costa sul frequentam a faculdade no centro da cidade

Uma comissão composta pelos alunos Alexandre Fratiano de Boiçucanga, Cecilia Santos Braz Bitencourt, de Barra do Una e, Eloisa Lima dos Santos Braz,  de Boraceia, juntamente com o vereador Ernaninho, (PSC), esteve reunida com o prefeito Ernane Primazzi, (PSC), ontem (segunda,2), em seu gabinete.

O encontro, intermediado pelo vereador Ernaninho, teve como objetivo discutir a possibilidade de cerca de 150 universitários, que moram em bairros da costa sul, serem beneficiados com a gratuidade no transporte para a universidade UNIBR, localizada no centro da cidade.
De acordo com os alunos hoje este benefício só contempla estudantes que frequentam faculdades fora do município. Contudo, para eles, devido a geografia do município e também por ainda não haver uma unidade de ensino superior na região da Costa Sul, a isenção na passagem de ônibus é fundamental para a continuidade da vida  universitária do grupo.

Os alunos já conquistaram o direito de ter ônibus exclusivo para atendê-los, o que significa que não precisam utilizar a linha normal entre os bairros.

Para o prefeito a reivindicação é legitima, contudo, é necessário analisar uma alternativa para viabilizar a gratuidade do transporte para os alunos, já que a lei vigente não contempla esta opção para quem cursa a faculdade no próprio município.

“Quando o projeto de Lei que regulamenta este benefício foi criado  não contemplou esta situação pois não havia faculdade em São Sebastião. Logo não se criou diferenciação pois todos estudavam fora do município”, destacou o prefeito.

O prefeito esclareceu também que hoje não há orçamento para atender a esta
demanda, principalmente por conta dos entraves financeiros criados pela Petrobras, que segundo ele, há dois anos deposita em juízo o valor devido de IPTU, que já chega à casa dos R$ 65 milhões.
“Hoje já investimos cerca três milhões e quinhentos mil reais ( R$ 3,5 milhões) em transporte universitário, no atendimento de mais de 500 alunos. Esse benefício é garantido com recursos provenientes dos impostos, principalmente do IPTU da Petrobras”, explicou.
Ainda de acordo com o prefeito, a vontade da Administração é investir cada vez mais em Educação, mas há que se ter responsabilidade e, neste momento, conforme Primazzi, é necessário aguardar o desfecho judicial das ações impetradas contra a estatal.
No entanto, o prefeito garantiu que vai estudar a possibilidade de beneficiar estes alunos. “Vou conversar com a Ecobus e com a União do Litoral e checar a viabilidade no atendimento desta solicitação”, declarou.

(VM)

Foto: Vera Mariano/PMSS

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Protected by WP Anti Spam