Espetáculo funde linguagens urbanas Grátis, 19 e 20 de julho Maresias e Juquehy

Expressões artísticas resultam em happening

Expressões artísticas resultam em happening

O Coletivo Amarelo Croata apresenta, no dia 19 de julho, às 14h na Praça do Surf, em Maresias e no dia 20 de julho, às 13h, na Quadra de Esportes da Praça Simeão Faustino em Juqueí, o espetáculo Minueto de Spray para Baixo. Um trabalho que mistura dança, teatro, música e graffiti, através da Improvisação. O formato e o clima das apresentações são um misto de performance e happening. Uma intervenção multimídia em espaços urbanos que utiliza diferentes técnicas e procedimentos de Improvisação Dança-Teatro, ligados ao pensamento Nova Dança, entre eles o Contato-Improvisação, técnica desenvolvida a partir dos anos 1970, pelo norte-americano Steve Paxton.

O grupo, cujo nome é inspirado em designações de cores de tintas, no nome da rua e na casa amarela em São Paulo onde são feitos os ensaios e laboratórios, existe desde 2011 e é composto por quatro artistas. Dois atores-bailarinos, Larissa Salgado e Cristiano Karnas, o músico, ator e palhaço Eugênio La Salvia (do Jogando no Quintal) e o grafiteiro Luciano Lucko.

 

Cada artista é um intérprete-criador utilizando sua ferramenta para desenvolver os talentos individuais, coletivamente. Poucos elementos são previamente fixados. Estruturas e exercícios de composição cênica, escuta e conexões coletivas são treinamentos para instrumentalizar cada criador, tornando-o apto a seguir o fluxo criativo de uma Improvisação.

A trilha musical é executada por um baixo elétrico, unindo frases melódicas e células musicais preconcebidas com a improvisação. É pensada como uma sinfonia de sons e ruídos que vêm não só do instrumento, mas do espaço, da cidade, de animais, de carros, das pessoas, de equipamentos eletroeletrônicos, das latinhas de spray e de todo o meio ambiente. Os sons e o baixo criam uma atmosfera para a ação que se desenrola a partir da exploração da dança, do teatro e do grafite.

Concebido para ser um desafio ao grafiteiro, não há um tema ou esboço pré-estabelecido no espetáculo. Acompanhando ou determinando temas e motivos que servem de mapas visuais e estímulos para os artistas e para o público, o Graffiti é realizado. O conteúdo está relacionado ao ambiente, às características do lugar, a acontecimentos vividos nas cidades e mesmo à inspiração livre do momento. Os outros artistas e até o público podem interferir na pintura que apresenta um resultado novo a cada apresentação.

 

O figurino traz cores fortes, transitando entre a fantasia, o lúdico e o cotidiano, com referências sutis às roupas de um baile, de um minueto.

 

O resultado é a fusão de linguagens artísticas que convergem num espetáculo multimídia, uma obra diferente a cada apresentação que se constrói em frente ao e com a participação do público, lançando o desafio a todos de renovar o olhar sobre o cotidiano e o meio ambiente da cidade.

 

PARA ROTEIRO – MINUETO DE SPRAY PARA BAIXO

 

Dia 19 de julho (sábado) às 14h na Praça do Surf, Av. Francisco Loup, sem número, Maresias.

Dia: 20 de julho (domingo), às 13h, na Quadra de Esportes da Praça Simeão Faustino, Rua Gerôncio Bento Pereira com Benedito Izidoro de Moraes,Juqueí.

 

GRÁTIS. DURAÇÃO: 60 MINUTOS, INDICAÇÃO ETÁRIA: LIVRE.

 

FICHA TÉCNICA

Concepção, performance e improvisação: Coletivo Amarelo Croata

Bailarinos improvisadores: Larissa Salgado e Cristiano Karnas

Músico improvisador: Eugênio La Salvia

Grafiteiro improvisador: Luciano Lucko

Orientação de pesquisa e treinamento em improvisação dança-teatro: Cristiano Karnas

Figurino: Larissa Salgado e Coletivo Amarelo Croata

Costureira: Joana Santos

Programação visual: Sato e Murilo Thaveira – casadalapa

Fotos: Zeca Caldeira – casadalapa

Edição de vídeo: Fernando Coster

Assessoria de imprensa: Lu Cassas & Lica Nielsen Assessoria em Comunicação

Produção geral: Coletivo Amarelo Croata

 

Breve perfil

Coletivo Amarelo Croata

É um coletivo de artistas formado por integrantes de renomadas companhias de teatro, dança e “street art” do Estado de São Paulo. O bailarino Cristiano Karnas é intérprete-criador na Cia. Nova Dança 4. O músico Eugênio La Salvia é palhaço-atleta do Match de Improvisação de Palhaços, Jogando no Quintal. Larissa Salgado é integrante da Cia. Damas em Trânsito e Os Bucaneiros. O grafiteiro Luciano Lucko integra o coletivo latino-americano de “street art” Vida Crew.

O grupo tem como meta pesquisar a intersecção de diferentes linguagens artísticas, principalmente a dança, o teatro e a música, através da improvisação como linguagem cênica. O resultado é um trabalho com improvisação, mistura de linguagens e intervenções em espaços urbanos. Minueto de Spray Para Baixo é seu primeiro trabalho. Estreou dentro do Festival Catarse – Zona de Oxigênio na Casa das Caldeiras, em São Paulo, em fevereiro de 2012. Contemplado com o Programa de Ação Cultural da Secretaria de Cultura do Governo de São Paulo – ProAC Difusão e Circulação de Dança 2013, será apresentado em Guariba, São José dos Campos e São Paulo este ano.

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Protected by WP Anti Spam