Ilhabela está realizando testes com embarcação que vai integrar o transporte público marítimo na cidade

busPrefeito Toninho Colucci, acompanhado de autoridades, realizou a viagem inaugural entre a Barra Velha e a Vila no Aquabus “Zé de Alício”. Outras duas embarcações foram adquiridas pelo município para o novo sistema de transporte

Chegou às 14h30 desta quarta-feira (25/2) a primeira das três embarcações adquiridas pela Prefeitura de Ilhabela que farão o transporte marítimo municipal. O “Aquabus” atracou no flutuante da Barra Velha, onde o prefeito Toninho Colucci, acompanhado de secretários, vereadores e representantes de associações de classe, aguardava para a viagem inaugural até o píer da Vila, centro histórico da cidade. “É mais um dia histórico para Ilhabela, pois em breve iniciaremos um novo serviço de transporte coletivo, agora pelo mar, e que vai beneficiar moradores e turistas que visitam a nossa cidade”, comemorou Colucci. O percurso entre a Barra Velha e a Vila durou dez minutos de navegação.
A previsão é que a operação do novo sistema de transporte seja iniciada em junho, já com os três “Aquabus”. A Prefeitura de Ilhabela pretende oferecer um serviço integrado com o transporte coletivo terrestre (ônibus), por meio do chamado “Bilhete Único”.
O investimento total na aquisição das embarcações foi de R$ 4,4 milhões. Cada “Aquabus” tem capacidade para 60 pessoas sentadas, possui sistema de ar-condicionado e TVs de tela plana. Para a navegação, as embarcações contam com motores modernos e sistema de GPS.
A viagem entre Imbituba-SC e Ilhabela durou cerca de 28 horas. O nome do primeiro “Aquabus”, batizado de “Zé de Alício”, é uma homenagem a  um dos primeiros mestres caiçaras a fazer o serviço de travessia de lancha São Sebastião-Ilhabela. Os filhos de “Zé de Alício”, Stela Maris dos Santos e Carlos José dos Santos, estiveram na apresentação da embarcação. “Na década de 70, meu pai e outros três mestres faziam a travessia São Sebastião-Ilhabela na conhecida lanchinha. Estamos muito felizes por esta bela homenagem”, disse Stela Maris.
A apresentação da embarcação contou com a presença do presidente da Câmara, Adilton Ribeiro, do presidente da Associação Comercial, Leopoldo Pedallini; e dos secretários municipais Harry Finger (Turismo), Lídia Sarmento (Educação), Luiz Biondi (Administração), Valdir Veríssimo (Serviços Municipais), Lúcia Reale Colucci (Saúde), Nuno Gallo (Cultura).
Novos píeres
Desde 2009, a Prefeitura iniciou um projeto de construção de vários píeres na cidade, estimulando a vocação náutica e também a pesca esportiva. Até então, o município só contava com dois píeres para atracação de embarcações, um no Perequê e outro na Vila, onde ocorre o desembarque dos passageiros que chegam dos navios de cruzeiro.
Assim foram construídos novos píeres na Praia Grande, Portinho, Engenho D’Água (em frente ao futuro Centro de Convenções e Teatro). No norte da Ilha, a Prefeitura entregará em breve o píer da Ponta Azeda.
Este ano, a Prefeitura já prevê a construção de mais dois píeres, no Veloso e Cabarau. Além destes, a proposta é construir outros três na Garapocaia (Pedra do Sino), Viana e Borrifos.
Com o projeto da Dersa que prevê a mudança do sistema de embarque das balsas, com a utilização das chamadas “gavetas” para a atracação, a Barra Velha também terá um ponto de parada para lanchas.
Foto: Ronald Kraag/Prefeitura de Ilhabela

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Protected by WP Anti Spam