Justiça cassou hoje (18) o mandato da vereadora Solange Ramos por corrupção ativa em São Sebastião

Vereadora Solnge Ramos  é acusada de corrupção ativa e crimes envolvendo licitações

Vereadora Solnge Ramos é acusada de corrupção ativa e crimes envolvendo licitações

A Justiça cassou o diploma e suspendeu os direitos políticos da vereadora Solange Rodrigues de Araújo Ramos, de São Sebastião, no litoral norte. Após a sentença, no último dia 10, a mesa diretora da Câmara assinou a vacância do cargo na tarde desta sexta-feira (18). O processo está em segredo de Justiça.
De acordo com dados do Tribunal de Justiça de São Paulo, a vereadora responde por crimes praticados contra a administração geral. Ela também é acusada de corrupção ativa e crimes envolvendo licitações. Solange foi denunciada pelo MP em 2006 por suposto envolvimento em esquema de propina com empreiteiros da cidade.
O Tribunal de Justiça não informou detalhes sobre cumprimento de pena ou pagamento de multas pela parlamentar
A vereadora estava no terceiro mandato e foi reeleita pela última vez em 2012, com 1424 votos – sendo a segunda mais votada no município. Na época, ela estava filiada ao PV, mas trocou de legenda com a criação do Pros no ano passado.
Com a saída de Solange, o cargo deverá ser ocupado pelo suplente da vereadora, Onofre dos Santos Neto (PHS). Segundo a Câmara, ele assumirá os trabalhos na primeira sessão ordinária, após o fim do recesso parlamentar.

Foto: Celso Morais/CMSS

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Protected by WP Anti Spam