Ministério Público vai pedir a cassação do prefeito Felipe Augusto e a prisão de dois jornalistas por fraude eleitoral após quebra de sigilo telefônico do prefeito em São Sebastião

As ações de investigação judicial eleitoral, que tramitam sob segredo de Justiça, objetivam a cassação do diploma dos candidato eleito e a declaração de inelegibilidade de todos os representados pelo prazo de 8 anos

Políticos e jornalistas estão entre investigados
Ministério Público Eleitoral, por meio da Promotoria de Justiça Eleitoral de Ilhabela e São Sebastião, ajuizou quatro ações de investigação judicial eleitoral por abuso do poder político, econômico e uso indevido dos meios de comunicação em campanhas eleitorais de ambos os municípios.
A quarta ação proposta pelo MPE é contra o candidato eleito a prefeito de São Sebastião, assim como contra oito pessoas, sendo dois jornalistas.
Todas as ações foram ajuizadas a partir do compartilhamento de provas obtidas após quebra de sigilo de dados telefônicos e cumprimento de mandados de busca e apreensão. As diligências revelaram, entre outros fatos, relação ilícita entre as campanhas dos candidatos e jornais de grande circulação na região, financiados com recursos de campanha não informados à Justiça Eleitoral.
As ações de investigação judicial eleitoral, que tramitam sob segredo de Justiça, objetivam a cassação do diploma dos candidato eleito e a declaração de inelegibilidade de todos os representados pelo prazo de 8 anos
Foto: Divulgação/ Facebook de Amilton Pacheco
Núcleo de Comunicação Social
Ministério Público do Estado de São Paulo – Rua Riachuelo, 115 – São Paulo (SP)
comunicacao@mpsp.mp.br | Tel: (11) 3119-9027 / 9028 / 9031 / 9032 / 9039 / 9040 / 9095

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Protected by WP Anti Spam